Fornecedores

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Para produzir determinado bem, uma empresa necessita de alguns itens básicos para a formulação do produto como matéria-prima e materiais secundários (prego, cola, tinta, graxa e etc.). Sem esse conjunto mínimo de itens, dificilmente a empresa estará apta a produzir qualquer coisa.

Nós já aprendemos no artigo sobre Receita (clique aqui para ler) que uma empresa vive da compra, transformação e venda* de itens e que é assim que o lucro vem. No artigo de hoje, vamos aprender então de onde vêm os produtos e materiais necessários à produção! Vamos ao tema…

* (Algumas empresas simplesmente compram e revendem itens, sem qualquer tipo de modificação ou melhoria no produto, tais como as lojas).

Fornecedores, a origem de tudo.

Na contabilidade, fornecedor é toda empresa (ou pessoa física) que, como o nome indica, fornece materiais, bens ou serviços, para que a empresa constituir atividade e posteriormente realizar a venda e um produto ou serviço.

Quando estamos falando de fornecer, muitos podem pensar automaticamente em matéria prima ou itens ligados à produção direta da empresa. No entanto, devemos entender que qualquer atividade da empresa que advém de terceiros (com exceção da mão de obra) pode ser considerada como “fornecedor”.

  • Fornecedor de matérias primas
  • Fornecedor de embalagem
  • Fornecedor de produtos comercializáveis
  • Fornecedor de itens de escritório e papelaria
  • Fornecedor de serviços (segurança, limpeza, energia, telefonia, internet).
  • Fornecedores diversos

Nos pontos acima, perceba que os dois primeiros itens referem-se a fornecedores que realizarão sua venda para a nossa empresa de materiais que serão modificados ou complementares a outros materiais para a composição final de um produto.

Podemos citar como matéria prima itens de baixo valor agregado e que, geralmente, são utilizados para a confecção ou produção de outros produtos, tais como:

  1. Ferro/aço
  2. Madeira
  3. Plástico
  4. Tinta
  5. Parafuso

Sobre as embalagens, o fornecedor vende o produto pronto, porém esse será utilizado como um complemento ao nosso próprio produto.[/vc_column_text][vc_column_text]




[/vc_column_text][vc_column_text]Já no caso de “fornecedores de produtos comercializáveis”, estamos falando de empresas como lojas, supermercados, revendas e outros similares que realizam a revenda de produtos já elaborados e prontos para uso/consumo. Um supermercado, por exemplo, não fabrica todos os produtos que estão em suas prateleiras, realizando apenas a compra e venda destes, sendo os valores adquiridos das compras alocados (contabilizados) na conta de Fornecedores.

Os fornecedores de itens gerais como materiais de escritório e papelaria são pertinentes a quase todas as companhias, uma vez que seus funcionários necessitam destes materiais para exerceu suas tarefas. O mesmo se aplica para os fornecedores de serviços (segurança, limpeza, energia, telefonia, internet).

Contabilização: tudo junto ou separado?

Muitas empresas, principalmente as de pequeno e médio porte, por possuírem uma mão de obra limitada e não contarem com muitos recursos realizam a contabilização de todos os fornecedores em apenas uma conta: fornecedores de curto ou longo prazo.

Infelizmente esse processo pode atrapalhar a vida de outros setores como o “Contas à Pagar” e o “Controller” visto que ambos não terão acesso à divisão entre diferentes fornecedores (matéria-prima, embalagem, escritório) e podem realizar um controle inadequado das despesas e custos que a empresa possui, gerando inconsistências nos relatórios de análise.

Como saber qual o preço cobrar de determinado produto se nem ao menos sei os valores que foram gastos em sua fabricação? Ter as contas separadas por categorias e diferentes empresas ajuda no momento do controle e gestão da empresa quando o administrador sabe exatamente onde cada centavo se encontra. Nesse caso, é de extrema importância a empresa realizar também seu balanço analítico.

Então é isso… agora você conhece a conta de Fornecedores e já pode contabilizar corretamente seus valores.

Se gostou, compartilhe com os amigos.

Até a próxima.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Deixe uma resposta